Laboratórios de Inovação POLI

São Paulo, Brasil

2013

Este projeto foi desenvolvido em parceria com os escritórios Hiperstudio e Königsberger Vannucchi para um concurso fechado de arquitetura promovido pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo. O âmbito do concurso era a criação de um novo edifício para abrigar laboratórios de inovação e oficinas de alta tecnologia, a ser construído no campus da USP, e cujo uso seria compartilhado pelos cursos das diversas faculdades que integram a Poli-USP – Engenharia Mecânica, Elétrica, Civil, Naval e de Produção.

O partido adotado reflete as condições do terreno definido para implantação do edifício, cujo formato estreito e comprido apontava para a solução do projeto ao longo de um edifício lâmina de 110 metros de comprimento. O programa foi separado em dois blocos, sendo o primeiro destinado a usos didáticos (salas de aula, de projetos e informática) e o segundo para as oficinas, de modo que os ruídos e vibrações ocasionados no segundo bloco não causassem impactos sobre o primeiro.

Os dois blocos são conectados por uma barra de apoio que abriga todas as circulações verticais e horizontais, além de sanitários e serviços de apoio. Entre os dois blocos articula-se um grande átrio, através do qual os dois blocos são conectados por rampas defasadas em meio nível, garantindo uma circulação fluida e contínua ao longo do edifício.

 

Local: São Paulo | SP | Brasil

Tipologia: Institucional

Cliente: FDTE - Fundação para o Desenvolvimento da Engenharia

Área construída: 11.640 m²

Área do terreno: 4.200 m²

Autores: Arkiz - Alexandre Hepner, João Paulo Payar, Rafael Brych | Hiperstudio - Matheus MArques, Ricardo Gonçalves | Königsberger Vannucchi - Jorge Königsberger, Gianfranco Vannucchi

© 2019 por ARKIZ